Causas

A deficiência auditiva pode ter origens diversas tais como:
Causas pré-natais (antes do parto)

  • hereditárias,
  • malformações congénitas, adquiridas pelo embrião devido a infecções virais ou bacterianas intra-uterinas (ex.: rubéola, sarampo, sífilis, citamegalovirus, herpes simplex, toxoplasmose),
  • intoxicações intra-uterinas (ex.: quinino, álcool, drogas),
  • alterações endócrinas (ex.: patologias da tiróide, diabetes),
  • carências alimentares (ex.: vitaminicas),
  • agentes físicos (ex.: raios X);
– Causas peri-natais (durante o parto)

  • traumatismos obstétricos (ex.: hemorragias do ouvido interno ou nas meninges),
  • anóxia,
  • incompatibilidades sanguíneas (do factor RH que podem provocar danos no sistema nervoso central);

– Causas pós-natais (depois do parto e no decurso da vida do indivíduo)

  • doenças infecciosas,
  • bacterianas (ex.: meningites, otites, inflamações agudas ou crónicas das fossas nasais e da naso-faringe),
  • virais (ex.: encefalites, varicela),
  • intoxicações (ex.: alguns antibióticos, ácido acetilsalicílico, excesso de vitamina D que pode provocar lesão com hemorragia ou infiltração calcária nas artérias auditivas),
  • trauma acústico (ex.: exposição prolongada a ruídos nos locais de trabalho ou em recintos de diversão; sons de elevada intensidade e de curta duração, tais como: nas explosões e na caça; diferenças de pressão, como no caso dos mergulhadores);
– Causas desconhecidas ou idiopáticas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s